A forma correta é tons pastel, e não tons pastéis. Neste artigo, vamos explicar por que a concordância é feita dessa forma. Vejamos!

Substantivo x Adjetivo

Em geral, quando um substantivo funciona como um adjetivo, ele fica invariável. Em outras palavras, ele não sofre flexão de gênero (masculino x feminino) nem de número (singular x plural).

É nesse contexto que se encaixa a expressão tons pastel. Assim, perceba que o substantivo pastel funciona como adjetivo, qualificando outro substantivo (tons).

Nesse sentido, o termo pastel indica uma suave, tênue ou clara.

Confira outros exemplos que se encaixam nessa regra: ternos cinza, camisetas violeta, encontros relâmpago, tintas creme, decorações rosa.

Exemplos com “pastel” como adjetivo

  • Aquele homem está vestido com uma camisa de tons pastel.
  • Naquela casa, há várias paredes em tons pastel.
  • Nessa estação, a tendência é o uso de roupas em tons pastel.

Derivação imprópria

Em adição, vale mencionar que esse processo de formação de palavras em que há a troca da classe gramatical de um termo é chamado de derivação imprópria ou conversão.

  • jantar de ontem estava frio. (verbo “jantar” funciona como substantivo – em lugar de “janta”.)
  • Independente de quem estiver aqui, é importante manter a colaboração dentro do time. (adjetivo “independente” funciona como advérbio modo – em lugar de “independentemente”.)
  • belo está em ser feliz com o que se tem. (adjetivo “belo” funciona como substantivo – em lugar de “beleza”.)
  • Júlia tinha dois vestidos cinza. (substantivo “cinza” funciona como adjetivo – no lugar de “de uma cor parecida com cinza”).

Tons pastéis

Contudo, é importante destacar que alguns dicionários e o próprio Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (Volp), organizado pela Academia Brasileira de Letras, validam a flexão de número quando pastel exerce a função de adjetivo.

De acordo com esse posicionamento, também seria aceitável a grafia tons pastéis.

*

Gostou do texto? Então, vale a pena conferir esses outros artigos: