Clube do Português

Por Pedro Valadares

Relampejar x Relampear – qual a forma correta?

Tanto relampejar quanto relampear estão corretas e existem na língua portuguesa. Neste artigo, vamos explicar por que a palavra tem grafias diferentes. Vejamos!

Formas gráficas variantes

Formas gráficas variantes ou formas variantes é o fenômeno que descreve as palavras que possuem mais de uma grafia correta, sem que haja alteração de significado.

Isso ocorre em decorrência do processo de formação da língua e do contexto social. Apesar de haver sempre uma grafia mais recorrente, todas as formas estão certas e de acordo com a ortografia do idioma.

É exatamente isso que ocorre com a dupla relampejar e relampear. Ambas estão registradas no Vocabulário da Língua Portuguesa (Volp) da Academia Brasileira de Letras.

ex1: Hoje eu não vou sair, porque está relampejando muito.

ex2: Hoje eu não vou sair, porque está relampeando muito.

Vale destacar que há ainda outras formas aceitas para a palavra, como: relampar, relampaguear, relampadear e relampadar.

Continue reading

Auto-peças x Autopeças – tem hífen?

Afinal a forma correta é auto-peças ou autopeças? A palavra tem ou não tem hífen? Neste artigo, vamos resolver essa questão e mostrar a regra que se aplica ao caso. Vejamos!

Hífen com prefixo auto

De acordo com a Reforma Ortográfica, as palavras compostas formadas com o falso prefixo auto somente recebem hífen se o segundo termo começar com a letra “H” ou com a vogal “O”.

ex: Auto-homenagem, auto-observação, auto-hipnose, auto-orientação.

Nos demais casos, não se usa o hífen. É exatamente o que ocorre com a palavra autopeças.

ex: Mário trabalhava em uma autopeças.

Outros exemplos são autoescola, autocuidado, autoajuda, autoestima.

Vale destacar que se o segundo termo começar com “R” ou “S”, essas letras devem ser duplicadas.

ex: autorretrato, autosserviço, autorregulação, autossuficiente.

Continue reading

Castanha-do-pará ou Castanha do Pará – tem hífen?

Afinal de contas, o correto é castanha do Pará ou castanha-do-pará? Esse substantivo tem ou não tem hífen? Neste artigo, vamos resolver essa dúvida. Vejamos!

Substantivos compostos

De acordo com a Reforma Ortográfica, os substantivos compostos ligados por preposição perderam o hífen.

ex: Mão de obra, calcanhar de aquiles, pão de lá, mão de vaca, pé de moleque, lua de mel, faz de conta, dia a dia, boca de urna, passo a passo, maria vai com as outras.

Há, contudo, uma importante exceção. É isso que veremos a seguir.

Continue reading

Militância x Militança – qual a diferença?

Apesar de serem muito similares, as palavras militância e militança possuem significados diferentes. Neste artigo, vamos explicar a definição e quando usar cada uma delas. Vejamos!

Militância

Militância é um substantivo feminino que denomina a atividade do militante. O termo indica a participação ativa na defesa de causas ou organizações políticas.

ex1: Aquele partido tinha uma militância muito ativa.

ex2: Ultimamente tem surgido vários coletivos que atuam em diversas militâncias.

A palavra é formada por derivação sufixal: militar + -ância. Esse sufixo, de origem latina e de caráter nominal, exprime a ideia de ação ou de resultado de uma ação.

Continue reading

Rédea x Rédia – qual a forma correta?

Rédea e rédia são duas palavras que existem na Língua Portuguesa. Contudo, elas possuem significados muito diferentes. Neste artigo, vamos mostrar a definição e quando usar cada um desses termos. Vejamos!

Rédea

Rédea é o instrumento utilizado para montar animais, como cavalos e touros. O dicionário Aulete traz a seguinte definição para a palavra: “correia presa ao freio e com que se conduz a montaria ou o animal de tração”.

O termo é um substantivo feminino uniforme. Isso significa que ele não possui variação de gênero. É usado sempre na forma feminina.

ex: A mãe levava a educação das crianças na rédea curta.

O vocábulo tem origem no Latim retina, que significa reter, reprimir, conservar, manter, guardar.

Continue reading

Glamoroso, glamouroso ou glamuroso – qual a forma correta?

De acordo com o Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (Volp), as formas glamouroso e glamoroso estão corretas. Já a palavra glamuroso está errada.

Usamos essas expressões para nos referirmos a alguém ou algo que tem glamour, charme, fascínio ou encanto. Elas são sinônimas das palavras sedutor, cativante, deslumbrante, encantador, maravilhoso, chamativo.

Adjetivo

Os termos são adjetivos biformes. Isso significa que eles possuem flexão de gênero. Podem ser usados tanto no masculino quanto no feminino.

ex1: Aquele foi um show glamoroso.

ex2: O gerente estava com um casaco glamouroso.

ex3: Aquela foi uma apresentação glamorosa.

ex4: A gerente estava com um saia glamourosa.

Continue reading

Segmento x Seguimento – qual a diferença?

Afinal de contas, qual a diferença entre as palavras seguimento e segmento? Neste artigo, vamos tirar essa dúvida e mostrar a definição de cada um dos termos. Vamos lá!

Homônimos homófonos

Existem palavras que possuem o som igual, mas grafia diferente. Esse grupo de vocábulos é chamado de homônimos homófonos. O termo homófono vem do grego homo (igual, similar) e fono (som).

É exatamente o que acontece com as palavras seguimento e segmento. Apesar da pronúncia ser idêntica, elas possuem significados distintos. Vejamos!

Continue reading

Palete x Pallet – qual a forma correta?

A imagem mostra uma pilha de paletes, estrutura de madeira para transportar mercadorias.

Afinal, a forma correta é palete ou pallet? Qual o nome daquela plataforma de madeira utilizada para transportar mercadorias em supermercados, armazéns e transportadoras?

Neste artigo, vamos mostrar qual a grafia correta. Também vamos analisar a origem da palavra. Vejamos.

Português x Inglês

Pallet é a grafia do termo que vem da língua inglesa. Já palete é a forma aportuguesada da palavra, que está registrada no Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (Volp) da Academia Brasileira de Letras.

ex: As caixas de leites estavam em cima dos paletes.

Uma curiosidade é que, diferentemente do português brasileiro, no português de Portugal, a expressão entrou no vocabulário por meio da palavra francesa palette.

Continue reading

Antivírus x Anti-vírus – tem hífen?

Antivírus ou anti-vírus: qual a forma correta? Neste artigo, vamos acabar com essa dúvida e mostrar a regra do uso do hífen com o prefixo anti. Vamos lá!

Hífen com prefixo anti

De acordo com a Reforma Ortográfica, só se deve utilizar hífen com o prefixo anti se a segunda palavra começar com as letras i ou h.

ex: Anti-herói e Anti-inflamatório.

Logo, a palavra antivírus não tem hífen. É importante destacar que os vocábulos derivados também não recebem hífen, como é o caso do termo antiviral.

ex1: A vacina contra a Covid-19 funciona como um antivírus.

ex2: As vacinas têm um efeito antiviral.

Vale lembrar ainda que, se o segundo termo começar com r ou s, essas letras devem ser repetidas.

ex: Antissocial e Antirrevolucionário.

Continue reading

3 maneiras de usar o Google Sites na sua aula de português

A ferramenta mostra a logo do Google Sites. No artigo, mostramos como utilizar esse recurso nos aulas de português.
Veja como usar a ferramenta nas aulas de Língua Portuguesa

O Google Sites é uma ferramenta gratuita que permite criar websites colaborativos. Neste artigo, vamos mostrar como usar esse recurso para tornar suas aulas de português mais interativas.

Para isso, listamos três sugestões de atividades que você pode aplicar com seus estudantes.

1) Livro colaborativo

Uma forma de estimular a escrita é usar o Google Sites para criar um livro colaborativo. Cada estudante ficará responsável por um capítulo da história.

Para isso, pode ser criada uma página para cada parte e cada aluno deve continuar a narrativa de onde o colega parou.

Além de estimular o trabalho em equipe, essa atividade ajudará a desenvolver o raciocínio analítico e contextual e a criatividade.

Continue reading
« Older posts